Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2010

Breve encontro com o passado...

Era MAio. Estava uma noite quente de Verão. A estátua de Camões fervilhava de gente quase despida, bebendo uma imperial fresquinha. À hora marcada desço a calçada no trilho do eléctrico e desfruto do prazer do encontro com amigos há muito não vistos, afastados pelo passar da vida e, hoje, de regresso por uma mão amiga. Estava diferente o meu amigo passados quase 20 anos ou, estaria basicamente igual no gesto, na atitude e na sua essência. No prazer do encontro com velhos amigos, partilho uma boa conversa ao sabor de um moscatel de setúbal estirada no conforto do terraço do Bairro Alto Hotel. Enquanto o gelo se desfaz lembro vivências, histórias, namorados e boas experiências. O passado veio ao meu encontro com uma  história repleta de vida bem vivida, redes de gente amiga, amores, segredos, dores, afectos e muitas paixões.

novidade...

Efeitos da crise também se verificam nesta micro actividade. Numa restía de criatividade e de vontade inspirei-me para a criação deste anel. Inicialmente para consumo próprio mas eis que gostaram e já surgiu uma encomenda. Espero que seja bons indícios.

Exercicio: Criar uma Personagem

Cá vai mais um dos exercicios, desta vez consistia em observar uma pessoa na rua, descrevê-la e a partir dessa observação criar uma Personagem. Bebo energia nos risos da multidão, passo por uma grávida de cabelos brancos que grita, mãos na barriga: Vai nascer!! Pés lentos e apressados pisam a calçada e desfilam pela multidão. Passo pela estátua de Pessoa, onde os filhos alternam, sentados, o tempo necessário para o clic fotográfico, numa fila desabrida. Há um lugar vago ... senta-se, cruza displicentemente a perna, encosta-se na cadeira descontraído, afasta as chávenas sobre a mesa e puxa do Expresso pelo qual percorre as noticias, os olhos escondidos debaixo dos tradicionais óculos escuros Ray ban, comprados na ultima viagem. Hoje, tirara a manhã só para si. Fora um imperativo! Lembranças recentes invadem-lhe o pensamento. Fazia a barba de manhã quando o assobio seguido de um sonoro : Táxiiii o despertou dos devaneios matinais. Procurou o telemóvel, seguindo o rasto do táxi

PEDIDO DE DEMISSÃO DE DEUS DIRIGIDO A TODA A HUMANIDADE

Cá vai o texto com o qual participei no Campeonato Nacional de Escrita Criativa. Exercicio: escrever o pedido de demissão de Deus dirigido a toda a Humanidade, via e-mail. Conta a vontade de aprender e de participar nestas andanças de escreviver e não tanto a classificação final. A critica pontuou positivamente a criatividade, tanto a nível semântico como sintáctico, a densidade narrativa e riqueza lexical. No entanto falta-me uma marca de autor, a capacidade de transmitir uma mensagem substantiva e que crie marca! Já aprendi e parto para um novo desafio. Bom Dia Humanidade: Hoje… Acordo cansado, carrego nas costas o peso do mundo: desilusões, lamentos e uma dor profunda. Enfrento o dia, procuro a vida que gira lá fora. Sinto a esperança que brota uma flor que desabrocha uma criança que chora um pai que ralha. Há vida em meu redor: há gente que ri, há gente que chora, há gente que sofre e ama há tanta gente por aí, que clama por uma mão, um simples ombro há gente

LArgo do Calhariz...

Do Chiado ao Largo do Calhariz

Foi lugar de partida e chegada e muitas borgas no Bairro Alto e na 24 Julho. Tempos de estudante e outras temporadas, tempos bem vividos. Hoje é lugar de novas descobertas e outras vivências. Continua viva em mim esta Lisboa!

Citando:

"A vida é como uma viagem no mar da história, com frequência enevoada e tempestuosa, uma viagem na qual perscrutamos os astros que nos indicam a rota. As verdadeiras estrelas da nossa vida são as pessoas que souberam viver com rectidão. Elas são luzes de esperança ." (Bento XVI)

Mulheres!

Mulheres. Amadas. Traídas. Vidas destroçadas, Vidas reinventadas. mulheres simples e vulgares, mulheres elegantes, envoltas em colares. mulheres esquecidas, mulheres aniquiladas caminham lado a lado com mulheres bem amadas. Rita. Casada. Directora de Marketing. O vestido, elegante e fashion, esconde um corpo cansado e sem tempo, esgotado entre risos, e-mails, beijos, papas, berços, banhos quentes, jantares, horas de estudo e mais fraldas.Perdida de si, na entrega aos outros, na responsabilidade por onde, por vezes, lhe foge a vontade e desejo para deixar tudo acontecer. Alegre e bem-disposta esconde com sorrisos e gargalhadas a traição que lhe faz doer a alma.