Avançar para o conteúdo principal

REGRESSO A BOMARZO






























A Bruxa:  a obra que mais me impressionou na exposição Regresso a Bomarzo.




Após um dia intenso de trabalho ... estava a precisar de uma boa evasão.  Regresso  a Bomarzo, a exposição de  Barahona Possollo, inauguração no Espaço Cultural das Mercês, foi a melhor escolha. Contatei outra realidade: um mundo onde a tela ganha vida e as pessoas quase "reais" saem da tela. A Bruxa ilumina a sala e "por momentos dei comigo a tentar desligar a luz".  "Caí em mim", na realidade , subi as escadas e viajei por outros mundos. Mundos paralelos. tão (des)conhecidos das profundeza da alma que habita. Mundos perdidos, antigos... caminhos solitariamente percorridos, entre luz e sombras. Portas que se abrem à Realidade que nos trespassa e deslumbra numa viagem interpretativa da condição humana. Uma Obra que é Pintura. 


Possolo, considerado o expoente máximo do estilo hiper realista Portugal, encontra-se representado nas coleções do Banco de Portugal, Museu de Setúbal, da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, do Museu das cOmunicações, U.C.C.I.A., Casa Branca (Washington),  Instituto per le Opere di Religioe (Vaticano), bem como em muitas coleções particulares.



Exposição patente de 5 a 20 de Março,
 de 3ª a 6ª das 15h00 às 21h00 e sábado das 10h00 às 16h00,  
Espaço Cultural das Mercês, 
Rua Cecílio de Sousa - 94 
(ao Jardim do Princípe Real) em Lisboa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

REVOLUÇÃO DOS CRAVOS

O golpe de estado militar do dia 25 de Abril de 1974 derrubou, num só dia, o regime político que vigorava em Portugal desde 1926, sem grande resistência das forças leais ao governo, que cederam perante a revolta das forças armadas. Este levantamento é conhecido por Dia D, 25 de Abril ou Revolução dos Cravos. O levantamento foi conduzido pelos oficiais intermédios da hierarquia militar (o MFA), na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. Considera-se, em termos gerais, que esta revolução trouxe a liberdade ao povo português (denominando-se "Dia da Liberdade" o feriado instituído em Portugal para comemorar a revolução). Movimentações militares durante a Revolução No dia 24 de Abril de 1974, um grupo de militares comandados por Otelo Saraiva de Carvalho instalou secretamente o posto de comando do movimento golpista no quartel da Pontinha, em Lisboa. Às 22h 55m é transmitida a canção ”E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, pelos

WALL PAPER

apenas um apontamento... enquanto o projeto de remodelação pacientemente aguarda dias melhores e ... rápida convalescença das meninas cá de casa !!!!! Foto : reprodução

UMA PAUSA

para degustar uma excelente tosta de salmão!