Avançar para o conteúdo principal

UM SALTO AOS LOUCOS ANOS 20

Um convite. As Frenéticas no Pós-Guerra. Aceite. Sem hesitação. Porque os Loucos Anos 20 são fascinantes e muito atrativos. À MODA não podia dizer: não! Fui. Ainda bem que fui. A exposição não me defraudou, muito pelo contrário, esclareceu-me sobre esta época dourada. Uma excelente viagem no tempo!

As primeiras décadas do séc. XX. foram marcadas por grandes mudanças. 


"Na década de 1920 as tendências de moda continuam, como antigamente, a chegar de França através das elites burguesas que compram as revistas populares da époça, a "ABC", a "Voga" , Modas & bordados, a "Eva " e a "Ilustração Portuguesa" repletas de artigos que as inspiram nas propostas das casas de alta-costura parisiense. Porém, são as modistas e costureiras, mais próximas e acessíveis, que concretizam os sonhos da maioria das mulheres. Em simultâneo os grandes armazéns alteram os hábitos de consumo e democratizam a moda".

São introduzidos os vestidos curtos,



Com a introdução dos vestidos curtos, os sapatos, as meias e as ligas passam a ser peças de relevo que se coordenam entre si e com os vestidos. As meis passam ser parte essencial da "toilette" assim com as ligas que as seguram à perna. Durante o dia usam-se em tons creme, contudo, as cores e padrões variem num amplo leque de opções .

As formas curvilineas e generosas das jovens do inicio sec XX são rejeitadas pelas jovens modernas da década de 20 que almejam uma silhoueta andrógina. O objetivo principal é alisar o peito, o máximo possíve. Quanto mais liso mais na moda.











Comentários

Mensagens populares deste blogue

REVOLUÇÃO DOS CRAVOS

O golpe de estado militar do dia 25 de Abril de 1974 derrubou, num só dia, o regime político que vigorava em Portugal desde 1926, sem grande resistência das forças leais ao governo, que cederam perante a revolta das forças armadas. Este levantamento é conhecido por Dia D, 25 de Abril ou Revolução dos Cravos. O levantamento foi conduzido pelos oficiais intermédios da hierarquia militar (o MFA), na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. Considera-se, em termos gerais, que esta revolução trouxe a liberdade ao povo português (denominando-se "Dia da Liberdade" o feriado instituído em Portugal para comemorar a revolução). Movimentações militares durante a Revolução No dia 24 de Abril de 1974, um grupo de militares comandados por Otelo Saraiva de Carvalho instalou secretamente o posto de comando do movimento golpista no quartel da Pontinha, em Lisboa. Às 22h 55m é transmitida a canção ”E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, pelos

WALL PAPER

apenas um apontamento... enquanto o projeto de remodelação pacientemente aguarda dias melhores e ... rápida convalescença das meninas cá de casa !!!!! Foto : reprodução

UMA PAUSA

para degustar uma excelente tosta de salmão!