Avançar para o conteúdo principal

O vizinho do lado




Há o vizinho bisbilhoteiro e o vizinho que nunca vejo. Há o vizinho que cumprimento com um beijo. Há o vizinho que me entrega o pijama. Há histórias que nunca conto nem lamento. Há o marido que fantasia com a vizinha de cima e a vizinha que grita com a mãe nas escadas. Há vidas em sobressalto no prédio que habito.
O elevador avariado e o vizinho dentro, trancado! Ela, pronta, o batom retocava.
Na cozinha, a comida fumegava e o cheirinho adocicado a baunilha misturava-se com o aroma das velas que perfumavam a casa.
21h. A campainha tocou. Abriu a porta e ele entrou. Sorri, com aquele sorriso tão dele que ela bem conhecia e lhe escondia o olhar cansado que tinha trazido de África.
No prédio ao lado o vizinho desesperava, enquanto aguardava que o libertassem do quadrado escuro, no qual há horas sem fim, se encontrava. Roupa amarrotada, envolvido em profundos pensamentos, raciocinava um forma de justificar a perda do voo, à equipa que em Maputo o esperava.
Havia vidas que dependiam da sua chegada! A substituição do médico que tinha, há dias, regressado de África não se compadecia com demoras e atrasos injustificados! Sabia que a sua presença naquela aldeola perdida no mato, faria a diferença, na fila de crianças e mulheres que pacientemente esperavam a sua vez para tomarem o comprimido milagroso.
Ao jantar, o casal serenamente conversava. Ele contava-lhe a vida diferente que vivera naquele africano recanto longínquo, onde a vida e histórias que partilhavam os olhares inquietos e perturbadores que durante todo o dia faziam fila em frente ao abrigo rudimentar que lhe servia de “posto médico”.
Regressara diferente, com vincos no olhar. A alma cheia e o coração a transbordar de gratidão tornavam única a vivência.
Vidas diferentes. Outros continentes.
Vidas entrelaçadas por experiências semelhantes, em lugares tão pouco distantes.
Vidas unidas por desejos, anseios e aspirações. Separadas por paredes nuas de memórias esbatidas. Vidas minhas. Vidas tuas. Vidas de gentes com pensamentos tão diferentes. Vidas com almas ardentes desejosas de salvar o mundo. Vidas cruzadas. Em linhas paralelas!
Não conheço o meu vizinho do lado mas com ele partilho o mesmo sentido de vida!

LOVE

Comentários

Mensagens populares deste blogue

MESSIAS

Já tenho bilhete!!! Ah , pois é , o meu lugar já está assegurado para uma Blues Special Night. Amanhã vou ter o privilégio de ver e ouvir "Messias & The Hot Tones".    Estou com imensa curiosidade. Na verdade, uma noite de blues remete-me para os longínquos anos 90... um clube noturno no centro de Londres onde, creio, pela primeira vez ouvi este género musical. Havia magia no ambiente ...  que na época eu não entendia mas que a sentia ... senti! Algo me escapava! Não me lembro o que ouvi, mas ainda está vivo em mim o mistério e silêncio que me tocaram as fibras da alma para guardar na memória aquela atmosfera especial. Pausa: Vou ali , já venho! Durante anos guardei uma espécie de jornal do clube. Lembrei-me agora. Vou procurá-lo para saber o nome do grupo e do clube. Dou-me conta que já não  o tenho. A memória lembra-me ... que este ano, nas minhas arrumações ... olhei para ele e pensei: o que está isto aqui a fazer? lixo! Já voltei! Curiosa

NEW LOOK

Contrapor com o que já temos: foram estas as palavras que a Cátia proferiu quando a tesoura agil deslizou pelo meu cabelo e artisticamente modelou e deu forma, qual cutelo de escultor.Um corte não convencional. Assimétrico , dizera-lhe eu! E foi ver os caracois ganharem vida própria . Nada de brushing! Apenas uma rabanada de vento e tenho new look que me permite entrar com leveza na nova década e na próxima primavera! I'm ready to go. Pulseiras made Criatividadeah solta

BOM DIA SEGUNDA FEIRA

E um bom inicio de semana. Esta é uma semana especial. A semana do meu dia! Pois é já estou em contagem decrescente.... por isso aqui deixo uma mão cheia de desejos , sonhos e coisas boas para abrir o apetite ... viver e made it happen! Reprodução