Avançar para o conteúdo principal

ALL IN JAZZ . pintura de XicoFran


All in JAzz. O nome convida. Pintura e Jazz. Interessou-me! Fui. Ainda bem que fui! 

Logo à entrada a pintura de XicoFran atraiu-me! As cores, o som e movimento tocam as fibras da alma. As obras, belas e grandiosas enchem a sala, animam o olhar e apelam-me a fotografar. Francisco Fernandes, conhecido como o "Pintor do Jazz", com um sorriso nos lábios, autoriza : "... elas [as obras] são mais importantes que eu". Sim, as telas são as protagonistas da exposição. As 25 obras que fazem parte desta mostra são a forma de expressão do artista plástico e dominam toda a atenção! Despertam-nos sensações intimistas e energéticas. Através delas ouvimos a voz de Ella Fitzgerald, Miles Davis e as notas de Kind of Blue envolvem-nos e sentimos todo o ambiente intimista dos concertos de Jazz, cosmopolitas. 

( Pormenor da tela) Ella Fitzgerald, 
                                  acrilico e pastel de óleo s/ tela 120x100m

Francisco Fernandes, assina como XicoFran, é considerado como um dos grandes talentos do mundo artístico da sua geração. Conhecido como o "Pintor do Jazz" nasceu em Luanda, Angola, em 1969. 

Em 2002, o seu destino cruzou-se com o Mestre António Inverno que, com a sua humildade e sabedoria passou para XicoFran as mais importantes técnicas e conhecimentos que, até hoje , o artista plástico emprega nas suas obras, nomeadamente o equilibrio das telas e os magníficos pontos de Luz. 

Nas palavras de António Roquette Ferro, Comissário da Exposição All in Jazz, nas obras de XicoFran "não nos é indiferente o turbilhão de tinta que se espalha nas telas, ora mais figurativas, ora propositadamente desvanecidas, entrelaçando-se entre si, mas partilhando, a força, que não nos deixa indiferentes".

"XicoFran pinta com o coração, com o seu talento, com a sua alma. Pinta o Jazz a encarnado e negro, a todas as cores, é o relogio que melhor dá as horas de hoje, as horas que passam a dançar, horas foxtrotadas. Pinta um ecrã onde cabem cabem todas as imagens da vida moderna. Cabem as mulheres, as mulheres improvisadas pelo próprio Jazz... cabem os homens, que cabem sempre, onde cabem as mulheres.  Cabe toda a arte e cabe a própria vida" .

Uma pintura que não nos deixa indiferente. um nome a reter. Fico com vontade de conhecer melhor a obra e percurso do artista plástico. 

Um percurso que António Roquette Ferro vaticinou: "Francisco XicoFran é um percursor, mas um homem do nosso tempo, com futuro e com destino"!

Um artista plástico que o Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras homenageou, afirmando:  "Jazz é arte. (...) Parabéns ao XicoFran que, de hoje em diante, ficará ligado ao património Jazz de Cascais".

Para encerrar a vernissage  o Jazz vocal encheu a sala e voz consagrada de Maria Viana misturou-se com as telas envolvendo-nos num momento de Arte, Cor e Alegria!!!!! 













All in Jazz é uma exposição a não perder. Aconselho vivamente. 

Pode ser visitada até dia 8 de Junho, Casa de Santa Maria, em Cascais  


Comentários

Mensagens populares deste blogue

A CELEBRAR A AMIZADE

As/os amigos/as são a família que escolhemos e trazemos no coração. Curiosamente... no mesmo dia em que combinamos um almoço, recebo bem cedinho a  noticia que somos amigas "facebookeanas" há  6 anos! ... Longe do virtual celebramos uma amizade Real, onde não faltam as surpresas. Sim . Fui completamente surpreendida pela minha amiga secreta no Bootcamp . Mimou-me com a sua energia, entusiasmo, motivação e a capacidade de dar vida às muitas Ideias Ilimitadas. Hoje foi uma amizade celebrada em modo sushi ,  quarteto dos risos e bons almoços. Quando o Sol brilha, as Ideias saem do Armazém e desfilam de modo Fashion , cheias de Criatividade .

São cristais Cinza ...

É Minha... , upload feito originalmente por Criatividade à Solta . ... e esta ficou para mim!!!

OS OUTROS

Dei-me conta que , em termos fotográficos, o meu registo vai para paisagens ou retratos.Também gosto de grandes planos. No entanto, há outros olhares fotográficos. O olhar de fourdogs4me vai para pormenores fotografando pequenos objectos, flores , pequenos nadas dos quais faz lindissimas fotos. Precisamos dos outros para ver a vida de outra perspetiva , ou para darmos importância a outros aspectos da mesma. Como diria o principezinho precisamos mudar a direcção do nosso olhar. Assim, mudando a direcção do meu olhar aqui fica um novo registo fotográfico.