Avançar para o conteúdo principal

MOmentos

Eu disse que ia ... e  FUI! Dasafiei a minha amiga blogger Armazém de Ideias Ilimitada e lá fomos nós diretas rumo à Shefora! Ai que expetativa! Promessas de make-up são sempre novidade.

Chegadas à entrada e já havia agitação fora do habitual. Algo se passava! PAra entrar ofereceram-nos uma pulseira bem gira com a qual circulámos avidamente por entre batons, vernizes, sombras , perfumes e todo um mundo de sonhos e desejos.





Não faltou o sumo de frutos vermelhos, para matar a sede, e os morangos com chocolate branco para as mais gulosas. Não ! Não tive o prazer de me deliciar com este manjar dos deuses mas aqui ficam os despojos:

Troquei as voltas aos doces e a escolha recaiu nada mais nada menos numa sessão de make-up.


O meu rosto passou a ser tela e a artista explorou as suas potencialidades e deu asas à criatividade .
Já me tinham alertado... e confirmou-se : o yea liner veio para ficar e ... reinar!
Ousei e vai ser este um desafio dos tempos futuros: Fard Créme Waterprof , AQUA BLACK da MAKE UP FOR EVER. A usar com pincel!! Ai, pois é!
Não resisti e saí de lá com estas aquisições:



E estes também são momentos que fazem parte da vida e do mundo feminino.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

REVOLUÇÃO DOS CRAVOS

O golpe de estado militar do dia 25 de Abril de 1974 derrubou, num só dia, o regime político que vigorava em Portugal desde 1926, sem grande resistência das forças leais ao governo, que cederam perante a revolta das forças armadas. Este levantamento é conhecido por Dia D, 25 de Abril ou Revolução dos Cravos. O levantamento foi conduzido pelos oficiais intermédios da hierarquia militar (o MFA), na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. Considera-se, em termos gerais, que esta revolução trouxe a liberdade ao povo português (denominando-se "Dia da Liberdade" o feriado instituído em Portugal para comemorar a revolução). Movimentações militares durante a Revolução No dia 24 de Abril de 1974, um grupo de militares comandados por Otelo Saraiva de Carvalho instalou secretamente o posto de comando do movimento golpista no quartel da Pontinha, em Lisboa. Às 22h 55m é transmitida a canção ”E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, pelos

WALL PAPER

apenas um apontamento... enquanto o projeto de remodelação pacientemente aguarda dias melhores e ... rápida convalescença das meninas cá de casa !!!!! Foto : reprodução

UMA PAUSA

para degustar uma excelente tosta de salmão!